Conheça os motivos mais comuns que levam à perda dentária

Conheça os motivos mais comuns que levam à perda dentária

São inúmeros e dos mais variados tipos os motivos mais comuns que levam à perda dentária. Podem ser de ordem natural, por falta de cuidados ou por acidentes, mas o facto é que, independentemente da causa, perder um dente causa constrangimentos, pode causar dor e vergonha pelo sorriso com um dente em falta e é uma situação que necessita de cuidados especializados, em que deve ser procurado um médico dentista de confiança para recuperar o dente perdido.

Vamos falar das causas naturais e corriqueiras que levam alguém a perder um ou mais dentes e também das doenças que podem levar o paciente a ter uma perda dentária. 

Atualmente, é muito comum vermos pelas ruas das cidades as ágeis e práticas trotinetes. Já experimentou este meio de transporte moderno? É inegável que nos aumenta a adrenalina e que é bastante prático movimentarmo-nos nelas! Mas exige que o utilizador tenha cuidados para não sofrer um embate ou uma queda. Fique a saber que os acidentes com trotinetes são uma das causas mais comuns que levam à perda dentária, além de outros arranhões e consequências que podem causar aos envolvidos num acidente. Por isso, ande sempre com atenção e muito cuidado, para evitar acidentes que podem magoar outras pessoas, e utilize os equipamentos de segurança que ajudam a preservar os seus próprios ossos e a manter seus dentes intactos.

motivos perda dentaria

Claro que, além das trotinetes, existem as bicicletas, os patins, os skates e outros equipamentos que nos permitem deslocar e também são usados nos desportos que tantas pessoas praticam. A nossa dica é que tenha sempre atenção, respeito ao próximo e cuidados consigo, para que acidentes possam ser evitados e mantenha o seu corpo (e os das pessoas que estão ao seu redor) e o seu sorriso em perfeito estado.

motivos perda dentariaTambém entram neste lista os desportos aquáticos, como o surf, o kitesurf, entre outros, os que praticamos no solo, como a caminhada e a corrida, e os desportos coletivos, como o futebol, o vólei e o basquete, onde uma queda ou encontrão mais forte podem ser responsáveis pela falha de um dente. Este tipo de acidente é mais comum do que imagina, pois os atletas não estão livres de chocar uns contra os outros, ou até de atingir um alvo errado. Ao acertar, sem querer, na boca de um colega, um desportista pode provocar a queda de um ou mais dentes. No caso da caminhada e da corrida, um tropeção ou passo em falso pode fazer com que se caia, fazendo deste outro dos motivos mais comuns que levam à perda dentária.

Mas não é só isso. As atividades banais, do dia-a-dia, também nos trazem surpresas!

Andar em pavimentos molhados e escorregadios, ou andar distraído na rua – a olhar para o telemóvel, por exemplo – podem, eventualmente, causar uma queda brusca, que o deixará sem reação a tempo de evitar o acidente. E o que dizer das escadas, seja na sua casa ou no seu ambiente de trabalho? Quem nunca caiu ao subir ou descer apressadamente umas escadas, que levante a mão! 

motivos-perda-dentaria

De qualquer forma, estas situações tão banais podem acontecer com qualquer pessoa que esteja a fazer uma atividade de lazer, trabalho ou desporto, independentemente da idade, da atividade que exerce ou classe social. Concorda?

Seguindo essa lógica, temos mais uma dica que é válida para qualquer pessoa: mesmo que conheça muito bem a sua casa, evite levantar-se da cama durante a madrugada para ir à casa de banho ou comer alguma coisa sem acender a luz, para circular pela casa. Estas atitudes tão simples escondem perigos para os nossos dedos dos pés, canelas e também para os nossos dentes!

Para além destas situações do dia-a-dia, que envolvem os motivos mais comuns que levam à perda dentária, não podemos deixar de falar das causas que podem ser facilmente evitadas, com os devidos cuidados com a saúde oral. Alguns hábitos simples, como a higiene oral e as visitas periódicas ao médico dentista, já evitam que desenvolva doenças orais comuns, que levam à perda dentária.

Entre as doenças orais mais comuns que levam à perda dentária, temos:

CÁRIES

São uma uma doença não contagiosa bastante presente na boca dos portugueses, sendo a mais comum e mais facilmente evitável. Pode ser consequência da falta de higiene oral correta: as bactérias instalam-se na boca do paciente, causam a placa bacteriana, destroem o esmalte dos dentes, até virarem uma cárie. Uma cárie não tratada corrói o dente até ao ponto em que ocorre a perda dentária.

GENGIVITE

Trata-se da doença que “ataca” as gengivas através da placa bacteriana e do tártaro que se aloja ao redor dos dentes. Também causada pela falta de higiene, a gengivite causa sangramento, vermelhidão e o inchaço das gengivas. Se não for tratada, os dentes perdem a sustentação dos tecidos e do osso por causa da inflamação, ficando moles e podendo levar à queda do dente em questão.

PERIODONTITE

É uma doença que exige ainda mais atenção, sendo a evolução da gengivite. Os sintomas também se agravam, formando pus, mais sangramento, mau hálito e os dentes começam a ficar moles, pois a inflamação já é mais profunda, tendo atingido as camadas abaixo da gengiva, prejudicando a sustentação do dente. Nesta fase, a perda do dente é mais difícil de ser evitada, pois a sua estrutura já está bastante comprometida. Ainda assim, o médico dentista deve avaliar com urgência o seu caso e tratar dele com a maior brevidade possível para tentar reverter a situação.

Além dos fatores já citados, como os acidentes e as doenças orais, há outras questões que também auxiliam o processo que deixa a nossa boca indefesa e mais propícia a ter doenças que afetam a nossa saúde oral, além de contribuir para piorar o estado em que nos encontramos. São alguns maus hábitos que podem ser facilmente evitados.

Conheça mais alguns fatores que acabam por ser alguns dos motivos mais comuns que levam à perda dentária:

– Consumo de tabaco

É um hábito muito comum entre os portugueses. A composição do tabaco está tão cheia de propriedades nocivas que a nossa boca sente fortemente os seus efeitos.

– Stress

Os sintomas do stress afetam a nossa boca de inúmeras maneiras. Entre elas temos o bruxismo e as inflamações causadas pela baixa imunidade.

– Predisposição genética

Alguns pacientes são naturalmente propensos a ter a saúde oral mais fragilizada.

– Uso de medicamentos

A medicação que o paciente consome para controlar outras doenças pode afetar a sua saúde oral.

– Doenças sistémicas, como é o caso da diabetes

Outra doença tão comum que pode afetar a sua boca e apresentar efeitos na sua dentição. Está relacionada com a doença periodontal, por exemplo.

Quais as atitudes de prevenção que podem ser tomadas para evitar os motivos mais comuns que levam à perda dentária?

A palavra de ordem é PREVENÇÃO

Como vimos, tudo parte dos cuidados que temos, primeiro connosco, seja durante as atividades de trabalho, lazer ou desporto, seja na com uma correta higiene oral, que deve ser feita diariamente. Com estes cuidados tão simples previne a maior parte dos motivos de perda dentária, além de deixar o seu sorriso sempre bonito e saudável, com hálito fresco e dentes bem cuidados.

Em segundo lugar, com extrema relevância e que nunca deve ser ignorado, mantenha sempre as visitas ao seu médico dentista em dia, para preservar a sua saúde oral.

As visitas regulares ao médico dentista – a cada 6 meses ou de ano a ano – são ideais para fazer as destartarizações e a higienização profissional que mantém a sua saúde oral sempre em dia e evitam as doenças como as cáries, gengivites e periodontites. Os cuidados diários são essenciais, assim como as manutenções feitas nas clínicas dentárias.

Já deve estar a imaginar o impacto que estas visitas regulares têm no seu bolso. E é por isso que lhe damos mais uma dica, antiga, mas muito importante: prevenir é sempre melhor do que remediar.

Já sinto o impacto dos motivos mais comuns que levam à perda dentária. Como posso resolver o problema?

Se já sofre com os sintomas que descrevemos ou já passou pela perda de um dente causada por um acidente, sabe bem do que estamos a falar. Para evitar que fique sem assistência em casos em que necessite de tratamento para o seu sorriso, pode sempre contar com o Cartão Dental Premium e o apoio que este lhe dá.

Trata-se de um cartão que cuida da sua saúde oral com toda a qualidade, facilidade e respeito, pagando pequenas prestações mensais que não afetam o seu orçamento, mas que garantem a cobertura para 2 implantes dentários com coroas e mais de 75 tratamentos dentários que mantêm o seu sorriso sempre em ordem.

O pagamento é feito ao longo de 36 meses e os atendimentos são feitos em clínicas de norte a sul de Portugal, de forma a que tenha sempre os melhores profissionais numa clínica bem perto de si. Com o Cartão Dental Premium, cáries, gengivites, branqueamentos dentários e muitos outros procedimentos são feitos com os melhores materiais e pelos profissionais experts em saúde oral e implantes dentários, além de contar com a segurança de dispor de até 2 implantes dentários, para os casos em que a perda dentária é inevitável, seja por uma queda, ou doença oral.

Não deixe de se proteger com o melhor cartão de visitas: adira ao Cartão Dental Premium. Estará seguro em boas mãos, sem que tenha a dor de cabeça de pensar nas suas finanças, porque ao pagar pequenas prestações mensais fixas e sem juros, pode sorrir tranquilamente.

O Cartão Dental Premium é uma carta na manga que deve ter sempre consigo.

Fique tranquilo em relação aos motivos mais comuns que levam à perda dentária: informe-se agora sobre todas as facilidades do Cartão Dental Premium e tenha o seu sorriso sempre perfeito e saudável.


Estas situações, tão comuns, precisam de uma solução rápida e segura!

Registe-se e enviaremos dicas para que esteja sempre seguro:















Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *